terça-feira, 19 de abril de 2011

Luto


Sábado, 16 de abril de 2011.

Falecimento da Carla, filha do Pr. Sady Rachewsky.

Atos 14:22

Fortalecendo os discípulos e encorajando-os a permanecerem firmes na fé, lembrando-lhes que
é por meio de muitas tribulações / sofrimento que devemos entrar no Reino de Deus.

Provérbios 25:20

Quem canta canções alegres para uma pessoa TRISTE e desesperada faz tanto MAL quanto alguém
que tire o casaco num dia MUITO frio ou jogue VINAGRE numa ferida ABERTA.

Romanos 12:15

Quando outros (irmãos) estiverem alegres, alegrem-se com eles. Se estiverem tristes, PARTICIPEM DE SUA TRISTEZA.

Romanos 12:16

Sejam sensíveis para com as necessidades alheias.

Jeremias 9:17 e 20

Assim disse o Senhor Deus dos Exércitos: Considerai e chamai carpideiras, que venham as mais sábias. E que se apressem e levantem sobre nós seu lamento, para que nossos olhos se desfaçam em lágrimas e nossas pálpebras destilem água.


Neste domingo (17/04/2011) as 16h, foi sepultada carla (31 anos). Carla deixou 3 filhos.
Conclamo a todos que jejuem e clamem pelo conforto e consolo do pastor Sady Rachewsky(74 anos) pai de Carla, de suas irmãs Walkíria, Raquel e Patrícia, dos 3 filhos deixados por Carla, sobrinhos e amigos.

A todos que conhecem a família Rachewsky peço que se coloquem a disposição para ajudar em tudo que for preciso.

Lembrando sempre que a perda faz parte da vida com Deus. O evangelho não é composto só de ganhos, vitórias e programações.

Lástima é constatar que nos púlpitos não se ensinam que a vida com Deus inclue perdas,
não instruindo portanto como lidar com as mesmas. O que muitas vezes deixa aquele que sofreu a(s) perda(s) revoltado, sentimento este que o afasta da vida com Deus.

Como vimos em Provérvios 25:20, não podemos ligar no piloto automático e fingir que nada aconteceu, tudo que nos acontece é para ser vivido com intensidade / inteireza de coração.

Nunca devemos dizer ao que sofreu a perda, coisas como por exemplo:
“ Não chore, ela ou ele não gostaria de lhe ver assim” ou
“Precisa mostrar aos seus familiares que ao menos você é forte” ou
“Vamos sair, nos divertir para esparecer e esquecer isto”.

O LUTO é bíblico. Um rito de de passagem. E necessitamos vivenciá-lo com toda intensidade.

Os judeus aprenderam com Deus Pai como lidar com esta questão. Sempre que perdiam alguém muito próximo (pai, mãe, conjuge e filhos) chamavam as carpideiras (mulheres encarregadas por Deus a ensinar ficar triste, chorar e lamentar pelas perdas de entes queridos).
Juntos (família + carpideiras) choravam e lamentavam durante 40 dias e 40 noites...
Só então os que haviam sofrido a perda, passavam a viver suas vidas novamente.

Clamemos pela noiva de Cristo para que aprendam que a vida com Deus inclue perdas e que Deus envie revelação / ensinamento de como lidar com esta questão tão dolorosa, mas que pode nos levar ao caminho do crescimento e maturidade  dependendo da nossa reação diante do fato ocorrido.


POSTADO por: Hadassa ben HaShem



3 comentários:

  1. O enlutado precisa ser acompanhado, que possamos  compreender o quanto precisamos  ajudar aos que ficam com a dor e a saudade.

    ResponderExcluir
  2. nelson de assunção20 de abril de 2011 15:02

    muito nos conforta saber que os irmão e irmãs se unem num momento de tanta dor para os familiares e amigos, nossas orações e sentimentos estão com eles, pastor nelson de assunção e esposa

    ResponderExcluir
  3. Faz bem ao coração saber que tem pessoas que se importam com a dor dos outros.
    Essa é uma dor que não tem igual, todas as palavras do mundo não conseguem expressar, só Deus para ajudar a suportá-la. Ao perder minha filha, perdi um pedaço de mim. Nossa família nunca mais será a mesma, está incompleta. Portanto obrigada por podermos contar com suas orações, que certamente ajudarão muito a nós Sady e Sônia,seus pais; Cristiane,Raquel,Walkyria,Paulo,Patrícia e Ágatha,seus irmãos e Bruno,Fernanda e Hannah seus filhos enfrentarmos essa falta.Sônia Gabin

    ResponderExcluir